Central de Comunicação // CNA

06/08/2018

Presidente da CNA e ministro da Segurança Pública instalam grupo bilateral sobre criminalidade no campo

Brasília (06/08/2018) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, instalam na próxima quarta (8), na sede da entidade, o Grupo de Trabalho Bilateral criado pelo ministério em parceria com a CNA para debater e sugerir soluções conjuntas de combate à criminalidade no campo.

A coordenadora do trabalho será a delegada Sandra Mara Guaglianoni Neto, que representa a Secretaria Nacional de Segurança Pública. O Grupo de Trabalho terá a participação de representantes do ministério da Segurança Pública e do Sistema CNA, com prazo de 45 dias, a partir da publicação da portaria, para apresentar o relatório final.

A iniciativa surgiu a partir da entrega do estudo da CNA sobre a criminalidade no campo, ao ministro Raul Jungmann, em maio desse ano. O estudo, desenvolvido pelo Instituto CNA, aponta o grave quadro de insegurança no meio rural e apresenta propostas para o combate e o efetivo enfrentamento de crimes que atingem produtores, familiares e trabalhadores rurais.

Para mapear casos como roubos de gado, assaltos e furtos nas fazendas, a CNA criou, em 2017, o Observatório da Criminalidade no Campo, que oferece aos produtores e aos trabalhadores rurais um espaço para relatos sobre a ocorrência de crimes comuns no setor rural.

Serviço

Lançamento Grupo de Trabalho Bilateral
Data:
Quarta, 08 de Agosto
Horário: às 11h00
Local: Sala do Conselho, sede da CNA – SGAN 601, Módulo K

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Telefone: (61) 2109 1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil

Veja também